Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

sábado, 13 de fevereiro de 2016

Artista fafense Cloé inaugurou exposição em Guimarães



A artista plástica Cloé, nome artístico de Conceição Antunes inaugurou no passado sábado (13 de fevereiro), no Circulo de Arte e Recreio em Guimarães. a exposição de pinturas “Momentos” e reapresentou o livro "A que cheiram as Giestas".


A abertura da exposição, patente ao público até dia 28 de fevereiro, na Galeria da CAR, uma associação de âmbito sociocultural de referência na sociedade vimaranense, contou com a presença de vários amigos e admiradores da pintora natural do concelho de Fafe, que aproveitou a oportunidade para deslindar a sua faceta de escritora, através da reapresentação do seu primeiro romance, editado em 2011, com o título A que cheiram as giestas!