Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Feliz Natal e um Bom Ano Novo


Gerard van Honthorst, Adoração dos Pastores, 1622

A todos os amigos, colegas e conterrâneos um sincero desejo de um Feliz Natal e um Bom Ano Novo, com o desígnio que nas noites frias de Inverno o calor da nossa amizade aqueça os nossos corações e nos guie no rumo da esperança e solidariedade.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Ângelo Santos reapresentou o seu romance de estreia no Salão Paroquial de Cepães


Na manhã de domingo passado, Ângelo Santos, voltou a apresentar o seu auspicioso romance de estreia, “ Do Éden ao Inferno”, desta vez no Salão Paroquial de Cepães, terra natal do promissor escritor.

A obra havia sido apresentada pela primeira vez no dia 30 de Setembro, no Auditório da Biblioteca Municipal de Fafe, que na ocasião se encheu de familiares e amigos que não deixaram de estar presentes nesta etapa de lançamento do escritor que exerce funções numa instituição bancária local.

No Salão Paroquial afluíram igualmente familiares e amigos que se quiseram associar a esta nova apresentação que foi promovida pelo pároco, José Marques, em reconhecimento percurso de vida do autor da freguesia. Na mesa da sessão de apresentação, estiveram ainda presentes, o historiador cepanense, Daniel Bastos, que salientou o talento de Ângelo Santos assim como o facto de durante o ano que agora finda terem sido apresentados quase uma vintena de autores de temática local. 


A reapresentação da obra esteve a cargo do investigador cepanense José Emídio Lopes, que fez uma profunda análise axiológica da obra, que segundo o mesmo é perpassada de uma mensagem de fé, compreensão e perseverança, contexto que arrancou um sentido agradecimento por parte do autor que afirmou rever-se na análise delineada por José Emídio Lopes, e que agradeceu a presença e gratidão de todos e em particular do amigo Pe. José Marques.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Junta da Freguesia de Cepães realizou Festa de Natal para as crianças

A Junta da Freguesia de Cepães realizou uma vez mais a festa de Natal para as crianças da freguesia, e premiou os melhores alunos que frequentam os diversos estabelecimentos de ensino no concelho de Fafe. 

A iniciativa realizou-se durante a tarde de domingo passado (19 de Dezembro) no Salão Paroquial da Igreja de Cepães, e foi abrilhantada pela actuação dos talentosos jovens músicos Diana e Duarte Batista, cujas interpretações contagiaram e deliciaram os mais novos e os adultos presentes.

No decorrer da Festa de Natal a Junta de Freguesia de Cepães ofereceu a todas as crianças brinquedos, tendo ainda entregue aos melhores alunos da freguesia do 4.º ao 12.º ano, designadamente Tatiana Castro, João Miguel Peixoto, Ana Cláudia Rodrigues e Rafaela Santos, um troféu e um cheque simbólico em reconhecimento do seu mérito escolar.


No final da Festa de Natal o presidente da Junta de Freguesia de Cepães, Manuel Silva, destacou que é “importante durante esta quadra promover anualmente este evento de modo a tornar inesquecível o Natal das crianças”, tendo ainda desejado “ a todos os cepanenses um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo”.


terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Orlando Pompeu e Vinhos Norte - embaixadores de Fafe na cidade do Porto


No passado sábado (dia 10 de Dezembro), a “G’S Collection”, um espaço de que oferece uma vasta gama de produtos e serviços gold, glamour, gourmet, gallerie, inovação, excelência, requinte e bem-estar acolheu dois dos mais importantes embaixadores do concelho de Fafe, designadamente, o consagrado mestre - pintor Orlando Pompeu e os afamados Vinhos Norte.

Neste espaço intimista, localizado na Avenida da Boavista na cidade do Porto, onde afluíram coleccionadores, apreciadores e amigos, o consagrado mestre – pintor, Orlando Pompeu, inaugurou uma exposição de pintura intitulada “Aquando em Paris”, caracterizada pelo mesmo timbre fulgente que durante as três últimas décadas tem pautado a sua carreira internacionalmente reconhecida. 

Igualmente presentes na iniciativa estiveram os “Vinhos Norte”, representados pelo empresário Joaquim Lima, que no âmbito dos 40 anos desta empresa vocacionada para a produção de Vinhos Verdes, assinalou a efeméride com o lançamento de um Vinho Verde Tapada dos Monges Fernão Pires. Esta escolha, com a chancela do chefe Álvaro Costa, integrou a iniciativa gastronómica / turística 3x3 interrogativa: o que têm em comum um chef, um enólogo, um vinho, um queijo, 3 receitas, 3 lojas, um restaurante, um veleiro e a cidade do Porto em comum?

domingo, 4 de dezembro de 2011

Passagem de testemunho na JS-Fafe



Este fim-de-semana participei na tomada de posse dos novos dirigentes da JS-Fafe encerrando assim um ciclo de seis anos à frente dos destinos políticos desta estrutura em Fafe.

Em jeito de balanço e num período marcado pelo pretenso alheamento da juventude da vida política, considero que Juventude Socialista de Fafe rompeu com a ideia preconcebida de que as juventudes partidárias servem exclusivamente para distribuir propaganda eleitoral e agitar bandeiras eleitorais, e orgulho-me acima de tudo de ter participado no lançamento de novos quadros políticos, e envolvido vários jovens na organização e participação de actividades cívicas: campanhas de solidariedade e voluntariado, conferências sobre temáticas actuais, campanhas de sensibilização prementes, saraus culturais e visitas a instituições de referência no panorama local, distrital e nacional.

Neste sentido, queria agradecer a todos que ao longo destes últimos anos ajudaram-me a acreditar que é possível construir uma sociedade mais justa, solidária, civicamente responsável, baseada numa economia mais humana e ambientalmente sustentável.

A todos o meu muito obrigado e a certeza de que continuaremos juntos a percorrer este caminho de participação na vida pública.

Com amizade e cordiais saudações natalícias
                      Daniel Bastos