Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

terça-feira, 29 de novembro de 2011

GNR promoveu “Apoio-65 – Idosos em Segurança” em Cepães


A GNR de Fafe, em colaboração com a Paróquia de Cepães, organizou no sábado passado à tarde (dia 26 de Novembro), no Salão Paroquial uma palestra de sensibilização à comunidade enquadrada no programa “Apoio 65 – Idoso em Segurança”

Com um auditório repleto de população que contou com a mobilização activa do padre José Marques, o Sargento-ajudante Mota, e o Furriel Martins expuseram uma apresentação pedagógica junto dos cepanenses para evitar burlas e prevenir o conto-do-vigário.



A GNR de Fafe está a percorrer as várias freguesias do concelho em colaboração com os centros sociais e paróquias, dinamizando assim o programa “Apoio 65 – Idosos em Segurança”, que visa essencialmente garantir condições de segurança e tranquilidade às pessoas, em particular aos idosos que vivem mais afastados ou isolados dos centros populacionais, promover o conhecimento do trabalho da Guarda Nacional Republicana junto da população, e ajudar a prevenir e evitar situações de risco.

terça-feira, 22 de novembro de 2011

A anciã da trança de palha



Numa destas tardes em mais um périplo pelo concelho de Fafe em demanda do património e das raízes culturais, conheci em Requeixo na freguesia de Travassós, a anciã Maria Lurdes, cujas mãos calejadas pelo tempo dominam de forma soberba a arte ancestral da trança de palha usada nos pitorescos chapéus e cestas.

Esta tradição mantém-se ainda presente em várias freguesias do concelho, com especial destaque em Travassós, povoação afamada pela sua antiga indústria dos chapéus de palha, agora transformada em peculiar actividade artesanal singularizada na trança feita em palha que é obtida da ferrã.

Este contacto com os habitantes do concelho, articulado e conjugado com o esmerado trabalho do mundo associativo local, assume-se como um elemento essencial no levantamento e dinamização do património etnográfico da região, cujas potencialidades no campo da História, da Cultura, do Património e do Turismo são essenciais para o estudo do Passado, para o conhecimento do Presente e para a projecção do Futuro colectivo do concelho de Fafe.

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Universidade Sénior do Rotary Clube de Fafe


No passado dia 8 de Novembro à noite realizou-se a abertura da Universidade Sénior do Rotary Clube de Fafe, que decorreu na reunião semanal do clube no auditório do Edifício das Associações, onde, para além da presença dos companheiros estiveram alunos e professores da universidade.

A Universidade Sénior do Rotary Clube de Fafe tem como principais dinamizar regularmente iniciativas culturais de aprendizagem, recreativas e de convívio para a população sénior do concelho de Fafe, procurando assim a participação deste grupo etário em actividades ligadas à cultura, cidadania, divulgação da história local, literatura artes e música.

A aula de abertura foi proferida pelo companheiro Alberto Alves, sob o tema “ As Universidades Sénior e a sua importância na sociedade”. Presente na sessão, Daniel Bastos, em representação da autarquia e na qualidade de professor convidado que este ano vai leccionar a área da História Local, destacou o papel dinâmico do clube na sociedade local e expressou a sua satisfação pela divulgação da História Local aos seniores do concelho.

A presidente do Rotary Clube de Fafe, Manuela Nogueira, que agradeceu a presença dos vários elementos presentes na aula de abertura, enalteceu o trabalho de voluntariado em que está enquadrada a Universidade Sénior, salientando tratar-se de um projecto da comunidade e para a comunidade.
 
Segundo o Rotary Clube de Fafe, todos os seniores do concelho interessados em inscrever-se na Universidade Sénior podem efectuar a sua inscrição na secretaria do grupo Nun’Alvares, iniciando-se as aulas no dia 14 de Novembro pelas 15h00 na sede do clube no Edifício das Associações da cidade de Fafe.