Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

segunda-feira, 28 de março de 2016

Entrevista com o escritor Daniel Bastos (bomdia.tv)



Obrigado a toda a equipa do BOMDIA, uma plataforma de informação da diáspora portuguesa no mundo, com a qual tenho o grato prazer de colaborar desde a primeira hora, pela disponibilização da entrevista que realizei para a bomdia.tv no âmbito da minha participação no 33.º Festival das Migrações, das Culturas e da Cidadania no Luxemburgo. Um evento cultural e literário de referência no panorama europeu que decorreu durante os dias 11 a 13 março na LuxExpo em Kirchberg, e onde apresentei vários livros de minha autoria no campo da história de Fafe e da emigração portuguesa.


sexta-feira, 25 de março de 2016

Páscoa Feliz



A todos os amigos, conterrâneos e compatriotas espalhados pelos quatro cantos do mundo, um sincero desejo de uma Feliz Páscoa, com o desígnio que a alegria e renascimento simbólico desta comemoração nos guie na fraternidade da esperança, no respeito pela dignidade humana e no sentimento de solidariedade.

©Sebastião Salgado - Projecto Génesis


quinta-feira, 24 de março de 2016

Historiador Daniel Bastos no Festival das Migrações (C/ÁUDIO)



O meu muito obrigado à Rádio Latina, um incontornável ponto de encontro da comunidade de língua portuguesa no Luxemburgo, que acabou de disponibilizar a entrevista em direto que realizei com o jornalista Sandro dos Santos, na LuxExpo, em Kirchberg, no âmbito da minha participação no 33.º Festival das Migrações, das Culturas e da Cidadania no Luxemburgo.



segunda-feira, 21 de março de 2016

Casa da Beira Alta no Porto recebeu apresentação do livro “Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores”



No passado domingo (20 de março), a Casa da Beira Alta no Porto, uma genuína “embaixada” da cultura beirã na cidade Invicta, recebeu a apresentação do livro Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores”.


A sessão de apresentação da obra, concebida e realizada pelo escritor Daniel Bastos, a partir do espólio do conhecido fotógrafo que imortalizou a história da emigração portuguesa para França nos anos 60, esteve a cargo da investigadora brasileira Ana Pessoa, da Fundação Casa de Rui Barbosa, uma instituição pública federal, vinculada ao Ministério da Cultura do Brasil.

Com chancela da Editora Converso, o livro traduzido para português e francês pelo docente Paulo Teixeira, e prefaciado pelo renomado ensaísta Eduardo Lourenço, reúne memórias, testemunhos e mais de centena e meia de fotografias originais da maior importância para a história portuguesa do último meio século








Refira-se que a obra é patrocinada por duas dezenas de empresas representativas do tecido socioeconómico luso-francês, e que a sessão de apresentação na Casa da Beira Alta no Porto integra-se num conjunto diverso de apresentações do livro, ao longo do presente ano, junto de instituições de referência da comunidade nacional e das comunidades portuguesas espalhadas pelos quatro cantos do mundo.