O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, valores intrínsecos à terra e gente de Fafe, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de conhecimento e divulgação da Cultura, História e Tradição de Fafe na esteira do paradigma ético contido na figura do Morgado de Fafe

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Feliz Páscoa



A todos os amigos, conterrâneos e compatriotas espalhados pelos quatro cantos do mundo, um sincero desejo de uma Feliz Páscoa, com o desígnio que a alegria e renascimento simbólico desta comemoração nos guie na fraternidade da esperança, no respeito pela dignidade humana e no sentimento de solidariedade.

Sebastião Salgado - Projecto Génesis

segunda-feira, 23 de março de 2015

Escritor Daniel Bastos apresentou “Terra” na capital da Europa



Na passada sexta-feira (20 de março), o escritor português Daniel Bastos apresentou o seu novo livro de poesia “Terra” na Embaixada de Portugal em Bruxelas.


A obra com chancela da Editora Converso, uma edição bilingue em Português e Francês, com tradução do docente Paulo Teixeira, e que conta com ilustrações do artista plástico Orlando Pompeu e prefácio do fotógrafo e pintor Gérald Bloncourt, Cavaleiro da Ordem das Artes e Letras de França, foi apresentada pelo poeta Fernando Camilo Ferreira.

No decurso da sessão de apresentação, promovida pela Editora e Livraria Orfeu, um centro cultural de referência da língua portuguesa na capital da Europa, o poeta Fernando Camilo Ferreira, e o promotor das atividades organizadas pela Orfeu em Bruxelas, Joaquim Pinto da Silva, destacaram a presença de muitos compatriotas na iniciativa, sintomática da ligação profunda do percurso literário do escritor minhoto às comunidades lusófonas. Segundo os mesmos, a estreia de Daniel Bastos na poesia constitui uma agradável surpresa literária que invoca um sentimento telúrico de amor à terra e às raízes. 













Por seu lado, o escritor português, que agradeceu a receção e amabilidade da comunidade emigrante, revelou que a sua incursão na poesia proveio da necessidade intrínseca de encontrar uma nova forma de expressar a sua visão da vida em comunidade e dos valores culturais da nossa sociedade.








Refira-se que esta sessão cultural na Embaixada de Portugal em Bruxelas incluiu uma prova de vinhos de diferentes regiões do país, promovida pela empresa BVBA Guimarães, uma empresa sediada na Bélgica que se dedica à distribuição de produtos nacionais, e que estão previstas ao longo dos próximos meses novas apresentações oficiais do livro no espaço francófono europeu, assim como em diversas cidades portuguesas.

terça-feira, 17 de março de 2015

Daniel Bastos apresentou “Terra” na Escola Secundária de Fafe



Na passada segunda-feira (16 de Março), o escritor Daniel Bastos apresentou o seu mais recente livro de poesia “Terra” na Escola Secundária de Fafe.


A obra com chancela da Editora Converso, uma edição bilingue em Português e Francês, ilustrada pelo pintor Orlando Pompeu, e prefácio do poeta Gérald Bloncourt, foi apresentada no âmbito das VI Jornadas Literárias de Fafe, evento cultural subordinado à temática “Vozes da Terra” que decorre durante esta semana e que se assume como uma festa de cultura e literatura, incentivando o gosto pela leitura e para a descentralização da cultura.

A sessão de apresentação da obra na Biblioteca da Escola Secundária de Fafe decorreu em interligação com os alunos de Literatura Portuguesa deste estabelecimento público de ensino secundário que tem ao longo dos tempos formado várias gerações de jovens de Fafe e dos concelhos limítrofes de Basto.






No decurso do evento, que computou ainda a inauguração no estabelecimento escolar da exposição dos desenhos que compõem a obra poética, o escritor natural deste concelho recordou o papel importante que a Escola Secundária de Fafe e os seus professores tiveram na definição do seu percurso literário. Reconhecendo o contributo estruturante do docente Paulo Teixeira e do mestre Orlando Pompeu na tradução e ilustração da obra, Daniel Bastos encorajou os alunos a lutar pelos seus sonhos, e enalteceu o papel cultural que o professor Carlos Afonso, docente na Escola Secundária de Fafe e mentor do encontro, tem dinamizado no concelho.


Refira-se que o livro “Terra” será apresentado na próxima sexta-feira (20 de Março), às 18h30 na Embaixada de Portugal em Bruxelas, uma iniciativa que contará com a presença do autor minhoto, e que está a cargo da Editora e Livraria Orfeu, um centro cultural de referência da língua portuguesa na capital da Europa.

domingo, 8 de março de 2015

Escritor Daniel Bastos apresenta “Terra” em Bruxelas



No próximo dia 20 de Março (sexta-feira), o escritor português Daniel Bastos apresenta às 18h30, na Embaixada de Portugal em Bruxelas, o seu mais recente livro de poesia “Terra”.
 
Daniel Bastos
A apresentação da obra, uma edição bilingue em Português e Francês, com tradução do docente Paulo Teixeira, e que conta com ilustrações do artista plástico português Orlando Pompeu, cuja obra consta de variadas coleções particulares e oficiais em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Inglaterra, Brasil, Estados Unidos, Japão e Dubai, e prefácio do fotógrafo, poeta e pintor francês Gérald Bloncourt, está a cargo do poeta Fernando Camilo Ferreira, e da Editora e Livraria Orfeu, um centro cultural de referência da língua portuguesa na capital da Europa.
Convite

Os poemas do escritor natural do concelho de Fafe, cujo percurso literário tem sido distinguido com vários prémios, publicações e apresentações de obras de carácter histórico junto das comunidades lusófonas espalhadas pelo mundo, revelam uma simplicidade poética inspirada nas raízes, no forte apego à terra, na procura do sentido da vida e na sabedoria do tempo.

Segundo Gérald Bloncourt, Cavaleiro da Ordem das Artes e Letras de França, o livro de estreia do autor minhoto no campo da poesia, é atravessado por vibrações humanas de alegria e felicidade que suscitam as profundezas do ser.
 
Capa do livro - Terra
Refira-se que esta apresentação enquadra-se num conjunto de apresentações oficiais do livro no espaço francófono europeu, particularmente junto das comunidades lusófonas emigrantes, no seguimento da que decorreu no mês transato no espaço cultural Lusofolies em Paris. Sendo que esta sessão cultural na Embaixada de Portugal em Bruxelas incluirá uma prova de vinhos de diferentes regiões do país, promovida pela empresa BVBA Guimarães, uma empresa sediada na Bélgica que se dedica à distribuição de produtos portugueses.