O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, valores intrínsecos à terra e gente de Fafe, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de conhecimento e divulgação da Cultura, História e Tradição de Fafe na esteira do paradigma ético contido na figura do Morgado de Fafe

domingo, 21 de junho de 2015

Daniel Bastos apresentou “Terra” em Lisboa



No passado sábado (20 de junho), o escritor Daniel Bastos apresentou na Livraria Ferin em Lisboa, o seu último livro de poesia “Terra”.


A obra com chancela da Editora Converso, uma edição bilingue em Português e Francês, que conta com ilustrações do artista plástico Orlando Pompeu, cuja obra consta de variadas coleções particulares e oficiais em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Inglaterra, Brasil, Estados Unidos, Japão e Dubai, e prefácio do fotógrafo, poeta e pintor francês Gérald Bloncourt, foi apresentada por Maria Graça Melo, Diretora da Associação Portuguesa de Poetas.








No decurso da sessão cultural na Livraria Ferin, uma casa livreira no Chiado que existe desde 1840 e é a segunda mais antiga da capital portuguesa, a poetisa Maria Graça Melo assegurou aos presentes que “estamos, pois, perante uma obra bela, cuja leitura nos deixa libertos das amarradas da realidade em sonhos de poeta, respeitando as raízes à Terra onde vivemos”.





Por seu lado, o escritor natural do concelho de Fafe, que enalteceu a presença de vários amigos e conterrâneos na sessão de apresentação, revelou que esta sua estreia no campo da poesia “brotou da sua visão romântica da vida, uma visão, e uma forma de ser e de estar que é alicerçada nos valores fundamentais da vida, do amor e da cultura”.
Refira-se que esta sessão cultural na Livraria Ferin incluiu uma prova de vinho verde, promovida pelos Vinhos Norte, um dos maiores produtores nacionais de vinho verde que procura aliar a tradição de fazer vinho com a inovação no sector.

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Escritor Daniel Bastos apresenta “Terra” em Lisboa



No próximo dia 20 de junho (sábado), o escritor Daniel Bastos apresenta às 16h00, na Livraria Ferin em Lisboa (Rua Nova do Almada 70-74  / Chiado), o seu último livro de poesia “Terra”.
 
Daniel Bastos

A apresentação da obra, uma edição bilingue em Português e Francês, que conta com ilustrações do artista plástico Orlando Pompeu, cuja obra consta de variadas coleções particulares e oficiais em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Inglaterra, Brasil, Estados Unidos, Japão e Dubai, e prefácio do fotógrafo, poeta e pintor francês Gérald Bloncourt, será apresentada por Maria Melo, Diretora da Associação Portuguesa de Poetas.
 
Convite

Os poemas do escritor e historiador natural de Fafe são marcados por um sentimento telúrico que se revela no apego à terra e na busca do sentido para a vida. Segundo Gérald Bloncourt, recentemente condecorado cavaleiro da Ordem Nacional da Legião de Honra francesa, o livro de estreia do autor minhoto no campo da poesia, perscruta as profundezas da humanidade e os desenhos de Orlando Pompeu, concebidos a partir dos poemas, criam uma simbiose entre a linguagem artística da poesia e pintura.

Refira-se que esta sessão cultural na Livraria Ferin, uma casa livreira de excelência com alma lisboeta, surge depois um conjunto de apresentações oficiais do livro no espaço francófono europeu, designadamente em Paris, Bruxelas e Genebra, e que a mesma incluirá uma prova de vinho verde, promovida pelos Vinhos Norte, um dos maiores produtores nacionais de vinho verde.

domingo, 31 de maio de 2015

Galeria de Arte 9 Séculos foi palco de apresentação do livro “Terra”


No passado dia 30 de maio (sábado), a Galeria de Arte 9 Séculos em Guimarães serviu de palco para a apresentação do livro de poesia “Terra” da autoria de Daniel Bastos.

A apresentação da obra, uma edição bilingue em Português e Francês, foi realizada em parceria com o mestre-pintor Orlando Pompeu, artista plástico que concebeu a ilustração do livro, e que é detentor de uma carreira ímpar que consta de coleções particulares e oficiais em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Inglaterra, Brasil, Estados Unidos, Japão e Dubai.

No decurso da sessão cultural, que se encheu de amigos e conterrâneos do escritor e historiador natural do concelho de Fafe, o tradutor Paulo Teixeira, responsável pela tradução do livro, destacou o telurismo poético inspirado no apego à terra de Daniel Bastos, cujo percurso literário está intrinsecamente ligado às comunidades lusófonas, assim como o facto dos desenhos de Orlando Pompeu, concebidos a partir dos poemas, criarem uma simbiose entre a linguagem artística da poesia e pintura.







Esta sessão cultural na galeria de arte – compras & vendas a retalho situada no centro histórico da cidade que viu nascer Portugal, incluiu uma prova de vinho verde espumante, promovida pelos Vinhos Norte, um dos maiores produtores nacionais de vinho verde, empresa que é um dos principais patrocinadores do livro e que passará a ter à venda na Galeria 9 Séculos o vinho verde espumante Miogo.







Refira-se que estão previstas ao longo dos próximos meses novas apresentações oficiais do livro em território nacional, designadamente na Livraria Ferin em Lisboa, e na Livraria Lello no Porto, duas das mais importantes livrarias portuguesas da atualidade, frequentemente reconhecidas por diversas personalidades e entidades como das mais belas livrarias do mundo.

domingo, 24 de maio de 2015

Galeria de Arte 9 Séculos acolhe apresentação do livro “Terra” em Guimarães



No próximo dia 30 de Maio (sábado), o escritor e historiador Daniel Bastos apresenta às 21h30, na Galeria de Arte 9 Séculos em Guimarães, o seu último livro de poesia “Terra”.


A apresentação da obra, uma edição bilingue em Português e Francês, será realizada em parceria com o mestre-pintor Orlando Pompeu, responsável pela ilustração do livro, e que tem atualmente patente ao público na 9 Séculos, uma exposição evocativa do seu profícuo percurso artístico que consta de coleções particulares e oficiais em Portugal, Espanha, França, Alemanha, Inglaterra, Brasil, Estados Unidos, Japão e Dubai.

Os poemas do escritor e historiador Daniel Bastos, cujo percurso literário tem sido alicerçado junto das comunidades lusófonas, revelam uma simplicidade poética inspirada no apego à terra e na busca do sentido da vida, e que os desenhos de Orlando Pompeu, concebidos a partir dos poemas, criam uma simbiose entre a linguagem artística da poesia e pintura.


Refira-se que esta sessão cultural na 9 Séculos, uma galeria de arte – compras & vendas a retalho situada no centro histórico da cidade que viu nascer Portugal, surge no decurso de um conjunto de apresentações oficiais do livro em território nacional e no espaço francófono europeu, e que a mesma incluirá uma prova de vinho verde espumante, promovida pelos Vinhos Norte, um dos maiores produtores nacionais de vinho verde.

domingo, 17 de maio de 2015

Orlando Pompeu inaugurou exposição “Aquando em Paris”



No passado sábado (16 de Maio) o mestre-pintor Orlando Pompeu inaugurou na Galeria G.40 do Hotel Mestre de Avis, uma unidade hoteleira no centro de Guimarães, integrada no território classificado pela UNESCO, a exposição de pinturas gestuais “Aquando em Paris”.


A inauguração da exposição, que contou também com uma apresentação de peças da escultora Paula Teixeira, concebidas a partir do “Imaginário Fantástico” da artista que começa agora a dar os primeiros passos na criação artística, contou com a presença de um grande número de pessoas da região e da Galiza.

A sessão de abertura da exposição abrangeu uma intervenção inicial do escritor e historiador Daniel Bastos, que destacou a sensibilidade e aposta cultural da proprietária do Hotel Mestre de Avis, a empresária vimaranense Maria Roeder. Segundo o mesmo, as obras gestualistas de Orlando Pompeu, assim como a estatutária de Paula Teixeira são marcadas pela criatividade, jogo de formas coloridas e linhas dinâmicas. 




Nascido em Cepães, concelho de Fafe, Orlando Pompeu, estudou desenho, pintura e escultura em Barcelona, Porto e Paris. Detentor de uma obra que está representada em variadas coleções particulares e oficiais em Portugal, Espanha, França, Inglaterra, Brasil, Estados Unidos e Japão, os mais de quarenta quadros que estão expostos no Hotel Mestre de Avis foram concebidos em Paris, refletindo as vivências e o papel importante que a capital francesa teve na consolidação do percurso artístico do mestre-pintor português.




A exposição marcada por amplos movimentos gestualistas estará patente ao público, durante o período normal de funcionamento da unidade hoteleira, até ao mês de Agosto.