Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

quinta-feira, 28 de março de 2013

Páscoa Feliz

 
Páscoa, quadro do pintor russo vanguardista Pavel Filonov (1913)
 
A todos os amigos, colegas e conterrâneos um sincero desejo de uma Páscoa Feliz, com o desígnio que a alegria e renascimento simbólico desta comemoração nos guie no rumo da fraternidade, esperança e solidariedade revigorada.

terça-feira, 26 de março de 2013

Comunidade paroquial de Fafe levou à cena “O Nazareno”


No passado domingo à noite a comunidade Paroquial de Fafe levou à cena do palco do Teatro Cinema de Fafe o espetáculo musical “O Nazareno”.
 
A peça, transportando para o palco a representação cénica dos poemas cantados nesta obra inspirada no Evangelho, editada em 1978 por Frei Hermano da Câmara com a colaboração de vários poetas portugueses, lotou por completo a mítica sala de espéculos de Fafe, que se encheu de fiéis, e de amigos e familiares de mais de meia centena paroquianos figurantes/atores que de modo intenso e generoso se associaram na criação deste projeto.
 No final do espetáculo, que retratou alguns aspetos da vida de Jesus Cristo desde o seu nascimento até à sua morte e ressurreição, tal como têm sido transmitidos através dos tempos pelas escrituras, e deixou emocionada a plateia, o padre Abel Maia, um dos principais intervenientes e obreiros do espetáculo musical, agradeceu a todos que se dignaram a colaborar para que fosse possível levar à cena o espetáculo musical.
O moderador da paróquia de Santa Eulália, que assegurou que a iniciativa assume-se como uma preparação para a Páscoa em espirito de solidariedade, agradeceu ainda a presença e apoio do Município de Fafe, na pessoa do autarca José Ribeiro, presente na iniciativa, e informou os presentes que o espetáculo musical será apresentado no dia 13 de Abril no Pavilhão Multiusos, a toda a comunidade de Fafe.

quarta-feira, 6 de março de 2013

Estorãos reviveu história da Santa Casa da Misericórdia de Fafe


Na passada sexta-feira, 1 de Março, a freguesia de Estorãos, localizada a cerca de 5 quilómetros a norte da sede do concelho de Fafe, recebeu nas instalações da Junta de Freguesia a Exposição itinerante da Santa Casa da Misericórdia de Fafe evocativa dos Cortejos de Oferendas em benefício do Hospital da Misericórdia de Fafe.

 
A iniciativa cultural, promovida pela Junta de Freguesia de Estorãos, povoação detentora de grandes quintas e que conserva ainda casas residenciais de interesse arquitetónico, contou com a presença da Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Fafe, Maria das Dores Ribeiro João, e do historiador, Daniel Bastos, autor do livro “Santa Casa da Misericórdia de Fafe – 150 Anos ao Serviço da Comunidade”.

 
A sessão, bastante participada pela população local, iniciou-se às 21h30 com a inauguração da exposição. Composta por uma dezena de painéis enriquecidos com fotografias e documentos da época, a exposição sobre a realização dos Cortejos de Oferendas em benefício do Hospital da Misericórdia entre 1944 e 1965, despertou nos participantes lembranças de outros tempos marcados pela generosidade da população de Estorãos ao longo da secular história da instituição de assistência.

 

No decurso da iniciativa, aberta pela presidente da Junta de Freguesia de Estorãos, Paula Rocha, que agradeceu a presença de todos, e em particular do historiador, Daniel Bastos, e da Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Fafe, Maria das Dores Ribeiro João, o autor do livro que retrata a existência desta instituição social de referência na região, proferiu uma palestra que abordou os vários contributos da freguesia de Estorãos ao longo da história da Misericórdia de Fafe.


Daniel Bastos, que elencou os contributos da freguesia nos Cortejos de Oferendas de 1944, 1955 e 1965, salientou a generosidade de vários beneméritos naturais de Estorãos, como Jerónimo Pinto Gomes da Silva, cujo legado de 50:000 réis no final do séc. XIX foi um importante contributo para a prossecução da missão de assistência do Hospital da Misericórdia de Fafe.
 
 
 

 

Por seu lado, a Provedora da Misericórdia de Fafe, Maria das Dores Ribeiro João, que agradeceu o amável convite endereçado à instituição para estar presente na sessão, assegurou que a organização, herdeira dos valores do Humanismo Cristão, tem como missão proteger e apoiar os cidadãos desde a infância à velhice através de respostas sociais que promovem a melhoria contínua da qualidade de vida.


Refira-se que a Exposição evocativa dos Cortejos de Oferendas em benefício do Hospital da Misericórdia de Fafe estará patente à comunidade durante a próxima semana no horário de funcionamento da Junta de Freguesia de Estorãos.

Diário do Minho (2013-03-05)
 

sábado, 2 de março de 2013

Site Oficial Daniel Bastos


No seguimento do trabalho que nos últimos tempos tenho desenvolvido em prol da cidadania e história do concelho de Fafe, através de um conjunto de obras, palestras e iniciativas diversas, tenho o grato prazer de possuir e disponibilizar uma nova ferramenta de divulgação dos meus trabalhos de investigação, designadamente um site oficial: http://danielbastos.pt/



Este novo veículo de informação, desenvolvido pelo criador de sites Carlos Cunha – IDEIAS Certas, pretende ser assim uma plataforma privilegiada de divulgação dos meus trabalhos e percurso enquanto historiador e escritor profundamente comprometido com as gentes e a terra de Fafe.

A minha meta é estar mais perto de todos os que querem acompanhar o meu trabalho e percurso, dando a conhecer a Cultura e História enquanto referenciais para o Presente, Futuro e Desenvolvimento Sustentado do concelho, em particular, e da sociedade portuguesa em geral.

Não deixe de aceder ao meu novo site, as suas ideias e opiniões são deveras importantes para mim: http://danielbastos.pt/

Com profunda estima e consideração
                Daniel Bastos