Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Apresentação do livro Fafe – História, Memória e Património em Toronto no Canadá

No próximo dia 11 de Agosto (segunda-feira), o historiador Daniel Bastos, a convite da Coordenação do Ensino Português no Canadá, apresenta às 18h30, na Casa do Alentejo em Toronto, uma das cidades com maior diversidade multicultural do mundo, o livro Fafe – História, Memória e Património.
 
Daniel Bastos
A obra de 300 páginas com chancela da Editora Converso, em edição trilingue (Português, Francês e Inglês), resultado de uma parceria profícua entre o historiador Daniel Bastos, o fotógrafo José Pedro Fernandes e o tradutor Paulo Teixeira, conta com prefácio do reputado fotógrafo francês Gérald Bloncourt, e será apresentada por Felicidade Macedo Rodrigues, dirigente associativa da Working Women Community Centre (WWCC).
 
Capa do Livro
Patrocinado por uma dezena de empresas representativas do tecido socioeconómico de Fafe, o livro, que transmite uma imagem global e fundamentada da evolução do concelho minhoto das origens à atualidade através de um enquadramento histórico assente numa centena de fotografias originais a preto e branco, constitui um cartão-de-visita para todos que queiram conhecer e visitar a “Sala de Visitas do Minho”.

Nesta sua deslocação ao Canadá, segundo maior país do mundo, e nação que alberga uma das maiores comunidades de emigrantes portugueses, o historiador português, que se desdobrou em entrevistas à Festival Portuguese Television (FPTV) e á CIRV-FM, importantes meios de comunicação social da comunidade luso-canadiana, visitou o Centro Cultural Português de Mississauga, polo de referência de portugueses no Ontário, tendo oferecido ao presidente da colectividade, Gilberto Moniz, um exemplar do livro  para a biblioteca desta associação ativa em atividades culturais lusas na América do Norte.

 
Link para a entrevista na FPTV (Festival Portuguese Television)

CIRV-FM
Centro Cultural Português de Mississauga
O historiador minhoto que também visitou o Museu dos Pioneiros em Toronto, um espaço de memória e de homenagem aos primeiros emigrantes portugueses que na década de 1950 chegaram ao Canadá, e que em 2007 assinou no âmbito do seminário internacional “Memórias e Migrações: Museus, História, Educação, Diversidades” organizado pelo Museu das Migrações e das Comunidades, sediado em Fafe, um protocolo de cooperação com a autarquia local, ofereceu igualmente a Bernadete Gouveia, fundadora e diretora do Museu dos Pioneiros, um exemplar da obra para a biblioteca desta instituição de referência na comunidade luso-canadiana.

Museu dos Pioneiros

Museu dos Pioneiros

                                                      Link para a reportagem na CIRV-FM

Refira-se que desde o seu lançamento no final do ano transato, o livro com assinatura do historiador Daniel Bastos foi já apresentado nas lojas FNAC em Guimarães, Braga, Porto e Lisboa, assim como junto da comunidade emigrante portuguesa em França, no Consulado de Portugal em Paris, e na Bélgica na Livraria Orfeu em Bruxelas.

Sem comentários: