Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Apresentação do livro de Daniel Bastos "Fafe – Estudos de História Contemporânea" no Consulado Geral de Portugal em Paris



NOTA À IMPRENSA

Apresentação do livro de Daniel Bastos "Fafe – Estudos de História Contemporânea" no Consulado Geral de Portugal em Paris


No próximo dia 23 de Setembro, às 18h30, o Consulado Geral de Portugal em Paris, acolhe a apresentação do livro do historiador Daniel Bastos “Fafe – Estudos de História Contemporânea” A obra será apresentada pela jornalista da Euronews, Carina Branco e conta com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Fafe, José Ribeiro.
No livro “Fafe – Estudos de História Contemporânea”, da editora Labirinto, Daniel Bastos aborda sob ponto de vista histórico, com recurso a imagens e citações, o percurso social, económico e político deste concelho minhoto.
Iva Delgado, Presidente da Fundação Humberto Delgado, escreve no prefácio da obra que esta traduz “uma visão da história contemporânea de Fafe numa perspectiva de interacção com acontecimentos nacionais e internacionais e com linhas de rumo ideológicas derivadas da mudança de regimes”.
A abordagem começa a propósito dos acontecimentos que antecederam a implantação da República até os momentos mais relevantes relacionados com o 25 de Abril de 1974 e as primeiras eleições autárquicas, em 1976.
“Este livro é o trabalho de uma investigação de cerca de 10 anos, que incluiu consultas de inúmeros arquivos locais, regionais e nacionais” explica o autor à agência Lusa.
Daniel Bastos é licenciado em história pela Universidade de Évora, cidade onde também fez o curso de Cultura Teológica promovido pelo Instituto Superior de Teologia. Actualmente, é doutorando em Ética e Filosofia política na Universidade Católica de Braga.
Na ocasião, terá lugar uma mostra de vinhos da região.
Paris, 2 de Setembro de 2011

FONTE: Consulado Geral de Portugal em Paris – www.consuladoportugalparis.com

Sem comentários: