Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

terça-feira, 12 de junho de 2012

Associação SENTIR organizou seminário sobre “Violência na 3ªIdade: diagnóstico e intervenção”


A Associação SENTIR realizou, no passado dia 8 de junho, um seminário alusivo ao tema “Violência na 3ªidade: diagnóstico e intervenção” no âmbito do seu projeto “Ínclita Geração: passado, presente e futuro”. Este projeto, apoiado pela Agência Nacional para a Juventude em Acção, tem como objetivo primordial a promoção do diálogo intergeracional indo de encontro à comemoração do Ano Internacional do Envelhecimento Ativo e da Solidariedade entre Gerações. 

A sessão contou a participação de representantes de algumas instituições da região, a saber: Isabel Araújo, psicóloga na Santa Casa da Misericórdia, 2º Comandante Manuel Mota da Guarda Nacional Republicana de Fafe e Ana Noronha do Instituto de Estudos Superiores de Fafe, e profissionais na área de Educação Sénior – Sónia Dourado – e Orlando Carvalho advogado e Presidente da delegação da Ordem dos Advogados de Fafe. 


A sessão, com uma audiência de cerca de 50 pessoas, abordou a delicada questão ligada aos vários tipos de maus-tratos de que a pessoa idosa é vítima e seus impactos, formas de evitar e gerir situações que envolvem familiares do público em causa, a necessidade da revisão do estatuto do idoso, entre outras. No final das comunicações, Sónia Fernandes – Presidente da Associação SENTIR - despoletou um pequeno debate em torno se situações práticas que a audiência apresentou, que viram de alguma forma desmistificado o procedimento dado em algumas situações mais específicas. 



A responsável da SENTIR rematou sublinhando o longo percurso a percorrer junto deste público-alvo, ficou também visível a todos os presentes a insuficiência atual do nº de instituições ligadas a serviços à 3ª idade face à população existente. Por fim reforçou a importância do voluntariado jovem e lançou o desafio a todos os presentes de se juntarem à SENTIR como voluntários nas suas iniciativas referindo ainda que a sua sede atual é no Edifício do Grupo Nun’Alvares (2ºandar, frente).

Sem comentários: