Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Esta quadra natalícia ofereça livros aos outros e a si também!



Adquira os livros concebidos e realizados pelo escritor e historiador Daniel Bastos, designadamente o livro “Gérald Bloncourt – O olhar de compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores”, a obra poética “Terra” ou o livro “Fafe – História, Memória e Património”, nas livrarias de referência ou receba comodamente por correio postal o(s) livro(s) em casa, bastando que nos forneça o nome da pessoa a quem se destina o presente e a forma de pagamento.

Daniel Bastos - Escritor e Historiador

Depois é só esperar o envio da obra pela editora, que o correio bata à porta, e receber estes ótimos presentes.
Votos de um Feliz Natal e um Próspero Ano Novo.

SINOPSE DOS LIVROS
Fafe – História, Memória e
Património
Uma edição trilingue (português, francês e inglês), traduzida pelo 
docente Paulo Teixeira,e que transmite uma imagem global evolução 
do território concelhio das origensà atualidade. A obra, através de 
um enquadramento histórico assente numa centena de fotografias 
originais a preto e branco, do fotógrafo José Pedro Fernandes, 
(re) constrói e (re) descobre a profusão do património material de interesse cultural, e  a diversidade do património natural e 
imaterial de Fafe.
Terra
Uma obra poética bilingue (português e francês), traduzida pelo
docente Paulo Teixeira, que conta com ilustrações originais do 
conceituado artista plástico português Orlando Pompeu. O livro  
integra um conjunto de poemas de linhas temáticas contíguas onde o 
escritor Daniel Bastos, expressa a sua visão da vida numa linguagem 
telúrica de amor filial às raízes, de nostalgia do tempo que passou,
de denúncia da injustiça, de sublimação do amor, de resgate da 
história e de afirmação da liberdade.
Gérald Bloncourt – O olhar de
compromisso com os filhos dos Grandes Descobridores
A obra realizada pelo historiador Daniel Bastos, uma edição bilingue (português e francês), traduzida pelo docente Paulo Teixeira, foi concebida a 
partir do espólio do conhecido fotógrafo que imortalizou a história 
da emigração portuguesa para França nos anos de 1960. Além das 
fotografias históricas que Gérald Bloncourt captou sobre a vida dos 
emigrantes portugueses nos bidonvilles dos arredores de Paris, a 
obra reúne igualmente memórias, testemunhos e imagens originais que 
o fotógrafo francês de origem haitiana realizou durante a sua 
primeira viagem a Portugal na década de 1960, onde retratou o 
quotidiano das cidades de Lisboa, Porto e Chaves, assim como as da
viagem a “salto” que fez com emigrantes portugueses além Pirenéus, 
e as das comemorações do 1.º de Maio de 1974 em Lisboa.
Para mais informações:
Página pessoal – www.danielbastos.pt

Sem comentários: