Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

O amolador de tesouras

Sr. António, natural de Montemor-o-Novo
Hoje ao final da manhã fui surpreendido pelo som característico da flauta de pan de um amolador de tesouras, um comerciante ambulante que se faz transportar numa bicicleta oferecendo os seus serviços de amolar facas, tesouras e outros instrumentos de corte. Este popular amolador de tesouras, uma profissão em vias de extinção e pasmem-se alentejano natural de Montemor-o-Novo, está a percorrer as ruas da nossa cidade minhota revivendo outros tempos em que se dizia que a flauta do amola tesouras é sinal de chuva.

Sem comentários: