Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Passagem de testemunho na JS-Fafe



Este fim-de-semana participei na tomada de posse dos novos dirigentes da JS-Fafe encerrando assim um ciclo de seis anos à frente dos destinos políticos desta estrutura em Fafe.

Em jeito de balanço e num período marcado pelo pretenso alheamento da juventude da vida política, considero que Juventude Socialista de Fafe rompeu com a ideia preconcebida de que as juventudes partidárias servem exclusivamente para distribuir propaganda eleitoral e agitar bandeiras eleitorais, e orgulho-me acima de tudo de ter participado no lançamento de novos quadros políticos, e envolvido vários jovens na organização e participação de actividades cívicas: campanhas de solidariedade e voluntariado, conferências sobre temáticas actuais, campanhas de sensibilização prementes, saraus culturais e visitas a instituições de referência no panorama local, distrital e nacional.

Neste sentido, queria agradecer a todos que ao longo destes últimos anos ajudaram-me a acreditar que é possível construir uma sociedade mais justa, solidária, civicamente responsável, baseada numa economia mais humana e ambientalmente sustentável.

A todos o meu muito obrigado e a certeza de que continuaremos juntos a percorrer este caminho de participação na vida pública.

Com amizade e cordiais saudações natalícias
                      Daniel Bastos

Sem comentários: