Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

AGRADECIMENTO


Obrigado a todos os amigos, colegas e conterrâneos pelas inúmeras mensagens de felicitações por ter sido um dos vencedores do Prémio Literário A. Lopes de Oliveira – Estudos Histórico-sociais de Âmbito Local ou Regional, cuja entrega decorreu na sessão sessão solene comemorativa do 25 de Abril. Aproveito o ensejo para partilhar e dedicar este prémio atribuído no âmbito do livro “Santa Casa da Misericórdia de Fafe – 150 Anos ao Serviço da Comunidade”, a todos os homens e mulheres que com dedicação, generosidade e sacrifício expressaram e continuam a expressar o sentido do humano no concelho de Fafe. 

©Manuel Meira

Sem comentários: