Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

sábado, 8 de fevereiro de 2014

História, Memória e Património de Fafe apresentada na capital do Minho



Na passado dia 7 de Fevereiro (sexta-feira), o historiador Daniel Bastos, o fotógrafo José Pedro Fernandes, e o tradutor Paulo Teixeira, apresentaram na FNAC em Braga – Shopping Braga Parque, o livro Fafe – História, Memória e Património.




A obra de 300 páginas com chancela da Editora CONVERSO, em edição trilingue (Português, Francês e Inglês), com prefácio do fotógrafo francês Gérald Bloncourt, foi apresentada pelo Prof. Doutor José Gama da Universidade Católica Portuguesa – Centro Regional de Braga.

 No decurso da sessão cultural noturna participada pela comunidade minhota, o docente universitário especializado em Cultura Portuguesa e Brasileira, destacou o trabalho coletivo dos autores em prol de uma obra que sintetiza os aspetos mais relevantes que marcaram o percurso evolutivo do município de Fafe, desde as primeiras civilizações que povoaram o território até à atualidade, e que se assume como um genuíno cartão-de-visita para todos que queiram conhecer e visitar a terra da lenda da Justiça de Fafe.






Refira-se que desde o seu lançamento no final do ano transato, o livro, que é patrocinado por uma dezena de empresas representativas do tecido socioeconómico local, foi já apresentado na FNAC em Guimarães, e que após esta sessão na capital do Minho, o mesmo será ainda apresentado na cadeia de lojas da FNAC nas cidades do Porto e Lisboa. Assim como no estrangeiro junto da comunidade emigrante, estando já agendado para o dia 20 de Março a sua apresentação no Consulado Geral de Portugal em Paris, e no dia 29 de Março na Livraria Orfeu em Bruxelas. 
Correio do Minho (2014-02-09)

Sem comentários: