Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

Cepães reviveu Desfolhada Tradicional



O Rancho Folclórico da Casa do Povo de Cepães, com o apoio da Junta de Freguesia, organizou no fim-de-semana passado em Cepães, uma freguesia do concelho de Fafe com intensa actividade industrial e aptidão agrícola, uma Desfolhada Tradicional.

A iniciativa, que procurou manter e divulgar este relevante costume minhoto, que retrata um trabalho agrícola em que se retira a espiga do milho, cujo cultivo é uma tradição do Minho, concentrou em Cepães centenas de pessoas.

Carros de bois, carregados de milho, abriram ao final da tarde de sábado (20 de Outubro) o desfile da Desfolhada Tradicional, percorrendo a Rua das Laginhas até a um campo agrícola, onde as pessoas em convívio cumpriram a tradição de desfolhar o milho, recorrendo aos usos e costumes de outros tempos.
Animado pelos cantares do rancho anfitrião, assim como pelos grupos vimaranenses do Rancho Folclórico da Casa do Povo de Creixomil e Rancho Folclórico de S. Clemente de Sande, a iniciativa etnográfica recriou um ambiente rural muito semelhante ao dos tempos passados, reavivando os usos e costumes etnográficos de Cepães, em que não faltaram os petiscos como o bolo com sardinhas, o caldo e o vinho verde.













A manifestação cultural minhota prolongou-se na tarde de domingo (21 de Outubro) com a realização de jogos tradicionais, cantares ao desafio e actuação de grupos de concertinas. No balanço da iniciativa, Francisco Alves, Francisco Leite Castro e Manuel Silva, três dos principais rostos da organização, confluíram nos agradecimentos a todos quanto trabalharam na realização das actividades, prometendo a dinamização da iniciativa no próximo ano porquanto as desfolhadas de milho estão bem vivas na memória dos cepanenses.

Sem comentários: