Morgado de Fafe

O Morgado de Fafe, personagem literária consagrada na obra camiliana, demanda uma consciência crítica contra uma visão de sociedade enfeudada em artificialismos. A figura do rústico morgado minhoto marcada pela dignidade, honestidade, simplicidade e capacidade de trabalho, assume uma contemporaneidade premente, nesse sentido este espaço na blogosfera pretende ser uma plataforma de promoção de valores, de conhecimento e de divulgação dos trabalhos, actividades e percurso do escritor e historiador Daniel Bastos.

sábado, 24 de janeiro de 2015

Ribeiro João lançou novo livro sobre as Terras e Gentes de Monte Longo



Na sexta-feira passada (23 de Janeiro), o investigador na área da antropologia e arqueologia, Manuel Ribeiro João, lançou no Auditório da Biblioteca Municipal de Fafe, o livro Terras e Gentes de Monte Longo), que marca a sua estreia como escritor. 


A obra com chancela da Editora CONVERSO, resultado do percurso académico do investigador durante a década de 2000 na Universidade de Santiago de Compostela, foi lançada numa sessão cultural que encheu por completo o auditório da Biblioteca Municipal de Fafe. 

Durante a apresentação da obra, o historiador Daniel Bastos, que assina o prefácio do livro, assegurou que o trabalho de investigação de Manuel Ribeiro João assume-se como um importante contributo para a historiografia local e um exemplo de cidadania ativa, assim como um relevante contributo comunitário e histórico. 








Durante a sessão, Manuel Ribeiro João, que agradeceu a presença dos muitos amigos, familiares e conterrâneos que lotaram o auditório da Biblioteca Municipal de Fafe, percorreu as linhas sócio históricas que compõem o livro, e evidenciou a riqueza etnográfica, paisagística, arqueológica e cultural do concelho de Fafe.











Em representação do Município de Fafe, Pompeu Martins, Vereador da Cultura, enalteceu o lançamento da nova obra cultural que vem enriquecer o espólio da memória e da herança coletiva do concelho. Destacando que no âmbito da preservação e dinamização do património local o ano de 2015 assinalará a entrada de Fafe na Rota do Românico.

Refira-se que a sessão cultural computou um momento musical pela fadista Marta Oliveira, nora do investigador Manuel Ribeiro João, que abrilhantou a sessão com um gracioso talento musical.

Sem comentários: